HORÁRIO DAS MISSAS

Terça-feira, às 18h

Quarta-feira
6h30min, 9h30min
15h30min, 19h

Quinta-feira, às 18h

Sexta-feira, às 18h

Sábado, às 18h

Domingo
8h, 10h, 18h30min

Segunda-feira, Terça-feira,
Quinta-feira, Sexta-feira
e Sábado, às 7h30min
Terço em frente à Imagem de
Nossa Senhora
Desatadora dos Nós
(no pátio da frente da Igreja).

 

 

 

0
0
0
s2smodern

HISTÓRICO

A história da Paróquia da Paróquia São Vicente Mártir teve início na década de 50. No ano de 1958, um grupo de católicos reunia-se para rezar o terço às quintas-feiras das 20 às 22h, numa sala cedida gentilmente pelo Senador Alberto Pasqualini.

Deste embrião, teve início florescente e dinâmica comunidade. Certo dia, Mons. Pedro Alberto Hoff, - então pároco da Igreja Santa Flora - ao almoçar na casa da família Maestri, o pai Ângelo, informou que, o Dr. João Goulart, então
vice-presidente do Brasil, possuía um grande terreno, uma quadra
na Rua Victor Silva. Após conhecer a área e confirmar a propriedade o caminho foi buscar o apoio de dona Neusa Goulart Brizola, esposa do ex-governador Leonel de Moura Brizola e irmã do ex-presidente João Goulart. Como era muito minha amiga seu tio Mons. Leopoldo Hoff - construtor da bela igreja dedicada á Nossa Senhora Auxiliadora em Porto Alegre, aconselhou que falasse diretamente com ele, que se encontrava, em seu apartamento na Av. Copacabana no Rio de Janeiro. Daquela primeira visita resultou apenas a expectativa de doação da área de 38,90m em de frente à Rua Victor Silva por 69,50m e de um lado e 87,50m pelo outro lado, distando 79m da esquina da rua Dr. Pereira Neto. Por orientação da Dona Neusa, a comunidade cercou o terreno e mais tarde construiu um galpão para as celebrações e festas.

Neste ano de 1963, veio também a boa notícia da doação do terreno, através do procurador de João Goularte, advogado Manoel Viana Gomes, com a notificação que deveria a capela a ser construída levar o nome de São Vicente em homenagem a seu progenitor. Com o golpe militar de 1964 parecia tudo perdido, porque as escrituras não estavam assinadas e João Goularte fora exilado no Uruguai. A assinatura final da doação foi obtida e reconhecida no Uruguai no dia 17 de setembro de 1964, com a anuência das autoridades daquele país e do consulado brasileiro. Mais tarde cedera outros 10 metros da faixa de terra que compõe atualmente á área de propriedade da Mitra Arquidiocesana.  A paróquia foi erigida em 22 de janeiro de 1965, tendo como primeiro pároco o Pe. Egídio Fink.

Avisos Paroquiais

Ação Social - A Ação Social Paroquial está fazendo um apelo à comunidade para a doação de alimentos não perecíveis, a fim de preparar as cestas básicas para a doação das famílias em situação de vulnerabilidade social, no início de novembro. A paróquia distribui atualmente 72 cestas básicas todos os meses para famílias cadastradas pelo serviço paroquial da caridade. Mas, em razão da pandemia, muitas famílias ficaram fragilizadas e estão pedindo o auxílio. Na última entrega. foram auxiliadas mais de cem famílias. 

2.11 - às 18h, acontece a Missa de Finados. Pe. Jeime Caspary pede que as pessoas apresentem com antecedência as intenções pelos falecidos para evitar aglomeração e facilitar o registro. O pedido pode ser feito pessoalmente na Igreja, ou pelo telefone da Paróquia: 51-32681509.

21.10 - O Pároco, Pe. Jaime Caspary, emitiu mensagem de agradecimento a todos os motoristas e acompanhantes que participaram da Carreata de Nossa Senhora Aparecida, no dia 14 de outubro. Também agradeceu aos organizadores da atividade, comunicação e das transmissões. Foi um belo momento de bênção para nosso bairro e nossa cidade, afirmou o Pároco.

Batismo - A Paróquia São Vicente Mártir organizou uma agenda especial para a retomada das celebrações de batizado..Está sendobatizada uma criança por cerimônia, nos seguintes dias e horários: Sábados - 11h e 16h; Domingos - 18h. A inscrição pode ser feita na Secretaria Paroquial. Conforme as últimas informações, há batizados agendados até o final de novembro. Segundo o Pároco, Pe. Jaime Caspary, há uma grande procura  para este sacramento de iniciação à vida cristã. A preparação para o sacramento está sendo feita na modalidade on line, pela equipe do IVC da paróquia.

Transmissão da Santa Missa - Em razão das novas determinações das autoridades públicas e do Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Spengler, a Paróquia São Vicente Mártir fará a transmissões da Santa Missa pelo facebook. Como os fiéis não podem ir para a Igreja, as celebrações poderão ser acompanhadas de casa com apoio da tecnologia.  As transmissões serão transmitidas ao vivo nos seguintes dias e horários: Quartas-feiras – 15h30min e 19h, Sábado – às 18h e Domingo – 10h.




 

NOSSA SENHORA
DESATADORA DOS NÓS

Rogai por nós

Devoção

A devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós iniciou há trezentos anos na cidade de Augsburg, na Alemanha, cuja imagem foi pintada a partir da frase de Santo Irineu:

“Eva,  a primeira mulher atou o nó pela desobediência. Maria, a segunda mulher, desatou o nó pela obediência”.

Desde 2006, a Paróquia São Vicente Mártir, no Bairro Camaquã, Zona Sul de Porto Alegre, promove a Novena Perpétua em honra a esse título de Maria. As celebrações acontecem em todas as quartas-feiras, no seguintes horários: 6h30min, 9h30min, 15h30min e 19h.

No primeiro domingo de dezembro, a paróquia realiza a Romaria de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, quando  a imagem é levada pelas ruas da Zona Sul.

Novena

Como fazer a Novena?

  1. Vir ao menos nove quartas-feiras à Igreja São Vicente Mártir;
  2. Participar da celebração que inclui o Terço da Divina Misericórdia e a proclamação da Palavra de Deus;
  3. Trazer, ao menos uma vez, uma rosa e depositar aos pés de Nossa Senhora;
  4. Dar testemunho por escrito ou oralmente de graças alcançadas;
  5. Ser Apóstolo(a), divulgando a da devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós e da Novena, bem como da Romaria na cidade de Porto Alegre;
  6. Fazer Obras de Caridade, especialmente para os irmãos necessitados;
  7. Participar da Missa Dominical na sua comunidade ou na Igreja mais próxima;
  8. Cumprir os Mandamentos de Deus; 
  9. Ser Dizimista, como agradecimento pelos Dons de Deus em sua vida;
  10. Participar da Romaria anual de Nossa Senhora Desatadora dos Nós.

 Modo de rezar

1- Faça o sinal da cruz, reze o Ato de Contrição e reflita sobre seus pecados.

2- Reze o Terço (as três primeiras dezenas).

3- Faça a meditação de cada dia da novena.

4- Complete as duas dezenas finais do Terço.

5- Termine com a oração à Maria Desatadora.

Ato de Contrição

Meu Deus , eu me arrependo de todo o coração de vos Ter ofendido , porque sois tão bom e amável . Prometo , com a vossa graça , esforçar-me para ser bom. Meu Jesus , misericórdia !

Senhor meu Jesus Cristo , Deus e homem verdadeiro , Criador e Redentor meu : por serdes Vós quem sois , sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas , e porque Vos amo e estimo , pesa-me , Senhor , de todo o meu coração , de Vos Ter ofendido ; pesa-me também de Ter perdido o céu e merecido o inferno ; e proponho firmemente , ajudado com o auxílio de Vossa divina graça , emendar-me e nunca mais Vos tornar a ofender . espero alcançar o perdão de minhas culpas pela Vossa infinita misericórdia.

Amém

A Novena

Primeiro Dia

Santa Mãe querida, Maria santíssima, que desata os nós que sufocam os teus filhos, estende tuas mãos de misericórdia para mim.

Entrego-Te hoje este nó…e todas as conseqüências negativas que ele provoca em minha vida.

Dou-te este nó que me atormenta e me faz infeliz e tanto me impede de unir-me mais a ti e a teu Filho Jesus, meu Salvador.

Recorro a ti, Maria Desatadora de Nós, pois confio e sei que nunca desprezas o filho pecador que vem pedir-te auxílio.

Eu creio que tu podes desatar esse nó pois tudo te é concedido por Jesus.

Eu creio que tu queres desatar o nó porque és minha Mãe.

Eu creio que tu o farás porque me amas com eterno amor. Obrigado, Mãe querida.

Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!

Quem procura a graça, a encontrará nas mãos de Maria.

Segundo Dia

Maria, Mãe amada, dispensadora de todas as graças, volto a ti meu coração hoje, reconhecendo-me pecador e necessitado do teu auxílio.

Muitas vezes chego a perder as graças que me concedes por causa do meu pecado de egoísmo, de orgulho, de rancor e de falta de generosidade e humildade.

Recorro a ti hoje, Maria Desatadora dos Nós, a fim de pedir para mim a teu filho Jesus um coração puro, despojado, humilde e confiante.

Viverei o dia de hoje praticando essas virtudes e ofertarei como sinal do meu amor por ti. Entrego em tuas mãos este nó… que me impede de refletir a glória de Deus.

Maria Desatadora dos nós, roga por mim!

Maria ofereceu a Deus todos os momentos do seu dia.

Terceiro Dia

Mãe Medianeira, Rainha do Céu, em cujas mãos se encontram as riquezas do Rei, volta os teus olhos misericordiosos para mim hoje.

Confio nas tuas mãos santas este nó da minha vida… e todo o rancor, o ressentimento que ele me causa.

Peço-te perdão, e a Deus Pai, pelo meu pecado.

Ajuda-me agora a perdoar todas as pessoas que conscientemente ou inconscientemente provocaram esse nó.

Dá-me, também, a graça de perdoar a mim mesmo por ter provocado esse nó.

Só assim poderás desatá-lo. Diante de ti, Mãe querida, e em nome de teu Filho Jesus, meu Salvador, a quem tantas ofensas foram feitas, tendo sido concedido o perdão, eu perdôo agora essas pessoas… e perdôo a mim mesmo para sempre.

Obrigado, Maria Desatadora dos Nós por desatar o nó do rancor em meu coração e o nó que agora te apresento. Amém.

Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!

Dirija-se à Maria quem deseja graças.

Quarto Dia

Santa Mãe querida, generosa para com todos os que te procuram, tem piedade de mim. Confio em tuas mãos este nó que rouba a paz do meu coração, que paralisa a minha alma e impede-me de caminhar até o meu Senhor e servi-lo com a minha vida. Desata este nó da minha vida, Mãe, e pede a Jesus pela cura da minha fé paralítica que se deixa abater pelas pedras do caminho. Caminhando contigo, Mãe querida, que eu veja essas pedras como amigas, que eu não murmure mais e aprenda a dar graças sem cessar e sorrir confiante no teu poder.

Maria Desatadora dos nós, roga por mim!

Maria é o Sol e ninguém fica sem sentir calor.

Quinto Dia

Mãe Desatadora dos Nós, generosa e compassiva, venho a Ti hoje para renovar a entrega deste nó…, em minha vida e te pedir a sabedoria divina para agir sob a luz do Espírito Santo neste emaranhado de problemas.

Nunca ninguém te viu irada. Ao contrário, tão repassada de doçuras eram tuas palavras que se reconhecia o Espírito Santo em tua boca.

Tira de mim a amargura, a cólera, o ódio que esse nó me causou.

Dá-me, ó Mãe querida, da tua doçura, da tua sabedoria, refletindo tudo em silêncio, no coração.

E como estiveste em Pentecostes, roga a Jesus para que eu receba um novo sopro do Espírito Santo neste momento em minha vida. Espírito Santo, vem sobre mim!

Maria Desatadora dos nós, roga por mim!

Maria é rica em poder junto de Deus.

Sexto Dia

Rainha de misericórdia, confio a ti este nó da minha vida… e rogo-te dar-me um coração de espera enquanto o desatas.

Ensina-me a perseverar na palavra viva de Jesus, na Eucaristia, no sacramento da confissão.

Enfim, fica comigo e prepara o meu coração para festejar com os anjos esta graça a mim já concedida. Amém. Aleluia!

Maria Desatadora dos nós, roga por mim!

Toda formosa és, Maria, e mancha não há em ti.

Sétimo Dia

Mãe Puríssima, venho a ti hoje para suplicar que desates este nó da minha vida…, e me livres das ciladas do Mal.

Deus te concedeu grande poder sobre todos os demônios.

Renuncio a todos eles hoje, a toda ligação que tive com eles e proclamo Jesus como meu único Senhor e Salvador.

Maria Desatadora dos Nós, esmaga a cabeça do Maligno na minha vida e destrói as armadilhas que eles me fizeram provocando esse nó.

Obrigado, Mãe querida. Sangue Preciosíssimo de Jesus, liberta-me!

Maria Desatadora dos nós, roga por mim!

Tu és a glória de Jerusalém, a alegria do nosso povo.

Oitavo Dia

Virgem Mãe de Deus, rica em misericórdia, tem piedade de teu filho e desata este nó…, na minha vida.

Preciso de tua visita em minha vida, como visitaste Izabel.

Traz-me Jesus, traz-me o Espírito Santo.

Ensina-me a praticar as virtudes da coragem, da alegria, da humildade, da fé, e como Izabel, ficar cheio do Espírito Santo.

Faz-me estremecer de alegria em teu seio, Maria. Consagro-te como minha Mãe, minha Rainha, minha amiga.

Dou-te o meu coração e tudo o que me pertence (minha casa, minha família, meus bens exteriores e interiores).

Sou teu para sempre. Coloca em mim o teu coração para que eu possa fazer tudo o que Jesus me disser.

Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!

Vamos, pois, cheios de confiança, para o trono da graça.

Nono Dia

Maria Santíssima, advogada nossa, Desatadora dos Nós, venho hoje para agradecer-te por desatares este nó na minha vida.

Tu bem conheces os sofrimentos que ele me causa. Obrigado por vires, Mãe, com teus longos dedos de misericórdia, secar as lágrimas dos meus olhos, me acolher em teus braços e me fazeres recebedor de mais uma graça divina.

Maria Desatadora dos Nós, Mãe querida, a ti agradeço por desatares os nós da minha vida.

Cobre-me com teu manto de amor, guarda-me na tua proteção, ilumina-me com tua paz! Amém.

Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!

Oração

Virgem Maria, Mãe do belo amor,
Mãe que jamais deixa de vir
em socorro a um filho aflito,
Mãe cujas mãos não param nunca
de servir seus amados filhos,
pois são movidas pelo amor divino
e a imensa misericórdia
que existem em teu coração,
volta o teu olhar compassivo sobre mim
e vê o emaranhado de nós
que há em minha vida.
Tu bem conheces o meu desespero,
a minha dor e o quanto estou amarrado
por causa destes nós.
Maria, Mãe que Deus
encarregou de desatar os nós
da vida dos seus filhos,
confio hoje a fita da minha vida em tuas mãos.
Ninguém, nem mesmo o maligno
poderá tirá-la do teu precioso amparo.
Em tuas mãos não há nó
que não poderá ser desfeito.
Mãe poderosa, por tua graça
e teu poder intercessor
junto a Teu Filho e Meu Libertador, Jesus,
recebe hoje em tuas mãos este nó………
Peço-te que o desates para a glória de Deus,
e por todo o sempre.
Vós sois a minha esperança.
Ó Senhora minha,
sois a minha única consolação dada por Deus,
a fortaleza das minhas débeis forças,
a riqueza das minhas misérias, a liberdade,
com Cristo, das minhas cadeias.
Ouve minha súplica.
Guarda-me, guia-me,
protege-me, ó seguro refúgio!
Maria, Desatadora dos Nós, roga por mim.
Amém

Paróquia São Vicente Mártir

Rua Victor Silva, 186
Bairro Camaquã - CEP 91910-170
Porto Alegre, RS

Atendimento

Telefone: (51) 3268-1509

Horário Secretaria Paroquial

Segunda-feira a sábado
das 9h às 12h e das 14h às 18h